Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Maio / 29 / Curso aborda combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Social

Curso aborda combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

dabc668a-bceb-4041-b471-891fb06b8411.jpg

 

Curso aborda combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

 

Direcionado a profissionais e instituições que atuam no setor, evento será oferecido nesta sexta-feira, em Araraquara

 

O Centro de Referência Especializada da Assistência Social – Creas Girassóis, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, realiza nesta sexta-feira (30), no Centro Internacional de Convenção, o curso temático “Metodologias de Prevenção de Violência Sexual para Crianças e Adolescentes na Perspectiva da Autoproteção”.

A proposta do curso, gratuito e direcionado a profissionais que trabalham a questão no município, é oferecer conceitos teóricos e dados estatísticos a partir da palestra da pedagoga Caroline Arcari, educadora sexual, com mestrado em Educação sexual pela Unesp.

Em entrevista na quarta-feira (29) ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura’, a gestora do Creas, Mônica Fernanda Favoreto da Silva, reiterou que o trabalho de Caroline, reconhecido e premiado internacionalmente, é voltado para capacitação e atuação junto a crianças (o programa ‘Canal Direto’ vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 18h30, via página do Facebook da Prefeitura de Araraquara).

Segundo Mônica, o curso desta sexta-feira “buscará, também, debater os livros infantis da coleção ‘Pipo e Fifi’, direcionado a crianças, e ‘Tuca e Juba’ para adolescentes, e como utilizá-los junto à população.

Vale lembrar que 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e, por isso, deve ser lembrado pelo poder público e pela sociedade em geral para aprofundar essas ações no município.

 

Procedimentos

 

Ainda de acordo com Mônica Fernanda, o Creas realiza ações permanentes em Araraquara, como acolhimento e atendimento às vítimas de abuso ou exploração sexual. Os casos de tratamento são encaminhados para os setores de Saúde e de Educação da cidade.

 Outras ações de prevenção e orientações em Araraquara são desenvolvidas nos Cras - Centros de Referência em Assistência Social. E ainda segundo Mônica, a maioria dos casos de denúncias notificados são referentes a meninas.

 “As vítimas precisam ser observadas a partir de comportamentos adversos, como quando se tornam mais agressivas ou agitadas, tristes ou amedrontadas”, enfatizou.

 Em todo o País, o serviço telefônico ‘Disque 100’ recebe denúncias anônimas sobre atos abusivos contra crianças e adolescentes. Em Araraquara, os casos também podem ser denunciados de forma anônima nos Conselhos Tutelares e em delegacias de polícia.

registrado em: ,