Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Julho / 8 / Região do Córrego Pinheirinho, no Parque São Paulo, passa por revitalização

Obras

Região do Córrego Pinheirinho, no Parque São Paulo, passa por revitalização

Em investimento de R$ 1,5 milhão, da Prefeitura e do Daae, todo o trecho da Avenida Francisco Martins Caldeira Filho terá melhorias nas margens do córrego, recapeamento, ciclofaixa, troca de iluminação e reforma de área de lazer
Região do Córrego Pinheirinho, no Parque São Paulo, passa por revitalização.jpg

 

 

 

A Prefeitura e o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos) estão revitalizando toda a região do Córrego Pinheirinho, no Parque São Paulo, atendendo pedido da população nas plenárias do Orçamento Participativo. As melhorias, em diversos serviços, somam R$ 1,5 milhão de investimento.

A revitalização da Área de Preservação Permanente (APP) do córrego, ao lado da Avenida Francisco Martins Caldeira Filho, inclui o plantio de espécies paisagísticas para conter a erosão, o plantio de ipês-amarelos, moreia branca e grama na extensão do passeio público e a instalação de lixeiras. O Daae irá investir R$ 45 mil nessas obras, que são executadas pela Cedro Paisagismo.

Além disso, a Prefeitura irá recapear o asfalto de todo esse trecho de quase 1 km (investimento de R$ 340 mil), implantar uma ciclofaixa que ligue o local até a Avenida Abdo Najm (R$ 200 mil), trocar toda a iluminação (R$ 140 mil) e reformar totalmente a área de lazer que fica atrás do posto de saúde e das escolas do bairro, na mesma avenida (R$ 780 mil).

O Córrego Pinheirinho nasce no Parque do Pinheirinho, passa pelo Parque do Basalto e é um importante afluente do Ribeirão do Ouro, que percorre vários bairros de Araraquara e se une ao Rio Jacaré-Guaçu na área rural.

“É uma obra escolhida pelos moradores desta região em uma demonstração de consciência ambiental”, afirmou o prefeito Edinho, que acompanhou as obras de revitalização nesta quarta-feira (8).

“As águas pluviais vêm desde a parte de cima do bairro e caem no córrego. Serão feitas caixas de contenção para conter a pressão das águas, evitando a erosão e o assoreamento do córrego. Aqui também será feito o paisagismo, a troca da iluminação, um corredor para ciclistas e a recuperação da área de lazer. É uma obra que atenderá Araraquara inteira pela importância ambiental”, completou.

O superintendente do Daae, Donizete Simioni, também destaca que as melhorias contribuem para o meio ambiente. “Faremos a recuperação de toda a margem do córrego, recuperando a vegetação, fazendo reflorestamento e combatendo o assoreamento. São importantes nascentes de Araraquara e que, com essas intervenções, estão sendo preservadas”, ressaltou.

Além de Edinho e Simioni, também estiveram na visita o coordenador de Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro; o gerente de Obras Viárias, Daniel Palombo Siqueira; o engenheiro Luciano Cavicchioni, da Secretaria de Obras e Serviços Públicos; o gerente de projetos Alcindo Sabino; a diretora de Gestão Ambiental do Daae, Katia Matteo; a gerente de Biodiversidade do Daae, Simone Oliveira; e Eloísa Somenzari, representando a Cedro Paisagismo.

 

registrado em: ,