Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Março / 11 / “Café no MAPA” apresenta conversas sobre o patrimônio de Araraquara

Cultura

“Café no MAPA” apresenta conversas sobre o patrimônio de Araraquara

Evento neste sábado (14) faz parte do projeto “As pegadas da minha rua”, realizado gratuitamente pela Fundação Araporã
IMG_1068.JPG

 

Neste sábado, 14 de março, a partir das 9 horas, o MAPA – Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara é palco do "I Café no MAPA: conversas sobre o patrimônio de Araraquara". A atividade gratuita é uma realização da Fundação Araporã, com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, e segue até às 12 horas. Não é necessária a inscrição prévia, basta comparecer e participar.

O encontro tem por objetivo o lançamento da primeira versão do “Mapa dos patrimônios de Araraquara”, que contempla os percursos das atividades “As pegadas da minha rua”, realizados durante o ano de 2019, e busca instigar o debate sobre a musealização dos patrimônios paleontológico e arqueológico, destacando o papel de diferentes agentes (acadêmicos, técnicos, políticos e civis) no processo de constituição e preservação do patrimônio, principalmente no que tange à atuação do MAPA.

O evento terá início com a roda de conversa “A preservação do patrimônio de Araraquara”, com os pesquisadores Marcelo Adorna Fernandes (paleontólogo e professor da UFSCar) e Robson Antonio Rodrigues (arqueólogo, pesquisador e presidente da Fundação Araporã).

Após intervalo para um café, a segunda parte do evento contará com a apresentação “Do deserto para o mapa: onde está o nosso patrimônio?”, com as pesquisadoras Débora Simões (pesquisadora da Fundação Araporã) e Natália Carvalho (pesquisadora da Fundação Araporã). As pesquisadoras apresentarão ainda os primeiros resultados obtidos com a atualização do inventário de calçadas com pegadas de dinossauros e mamíferos e rastros de invertebrados, também realizada em 2019.

O evento será finalizado com a atividade lúdica “Oficina de arqueologia: aprendendo com o objeto”, voltada para toda a família. Nessa oficina os participantes serão instigados a realizar a análise de objetos arqueológicos: tocando, refletindo, desenhando e preenchendo a ficha de análise, como faz o próprio arqueólogo em laboratório.

"I Café no MAPA: conversas sobre o patrimônio de Araraquara" faz parte do projeto “As Pegadas da Minha Rua”, realizado ao longo de 2019, no âmbito do “Programa de Curadoria e Capacitação Técnica de Acervos Musealizados”, desenvolvido pelo Grupo de Estudos em Museologia e Patrimônio (GEMP) da Fundação Araporã, no MAPA. O projeto foi voltado à socialização do processo de atualização do inventário das calçadas com pegadas de dinossauros e mamíferos e rastros de invertebrados.

“As pegadas da minha rua” é um projeto configurado na combinação entre processos de curadoria de acervo com educação patrimonial. O MAPA produzido, por exemplo, será colocado à apreciação da população, para que ela possa indicar outros patrimônios materiais e imateriais presentes na cidade, que não constam no mapa. Assim, finaliza-se agora somente a primeira fase do projeto, mas ele ainda terá vários outros desdobramentos.

Nas próximas etapas, o projeto segue com novos percursos integrando outros elementos da cidade; estudo das fichas de avaliação preenchidas pelos participantes em 2019; exposições itinerantes e extensões para áreas fora do centro urbano da cidade.

O Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara está localizado na Rua Voluntários da Pátria (rua 5), nº 1485, na região central da cidade. Mais informações pelo fone: (16) 3332-4933.

 

SERVIÇO:

“I Café no MAPA: conversas sobre o patrimônio de Araraquara”

Dia: 14 de março (sábado)

Horário: 9h às 12h

Local: Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara - Rua Voluntários da Pátria (rua 5), nº 1485 - Telefone: (16) 3332-4933

Grátis

 

registrado em: ,