Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / Junho / 03 / Secretaria Municipal da Educação cria programa de acolhimento psicológico para seus servidores

Educação

Secretaria Municipal da Educação cria programa de acolhimento psicológico para seus servidores

educação_municipal.jpg

 

 

 

Oferecer acolhimento psicológico aos servidores da Secretaria Municipal da Educação, principalmente no que diz respeito às suas demandas emocionais relacionadas à pandemia de Covid-19 e ao ambiente de trabalho. Esse é o objetivo do Programa de Acolhimento aos Servidores da Secretaria Municipal da Educação (PAS-SME), que está sendo implantado no município.

A iniciativa, de acordo com a psicóloga responsável pelo programa, Jaqueline Carolina do Prado Alves, da Coordenadoria Executiva de Administração e Gestão de Recursos Humanos da Secretaria Municipal da Educação, tem como função primordial oferecer um espaço seguro e confiável, no qual os servidores que tiverem interesse em participar possam compartilhar suas angústias, preocupações, ansiedades, medos e lutos.

Ainda segundo ela, o PAS-SME tem o intuito de ser um programa contínuo, permanente e coletivo. “O objetivo é que o programa propicie a troca de experiências entre os servidores, possibilite o desenvolvimento de habilidades para lidar com as demandas emocionais e fortaleça as relações interpessoais, entre outros benefícios”, explica a psicóloga.

Ela detalha ainda que o programa será realizado no formato de grupos terapêuticos, a princípio com 1 hora de duração. Haverá um limite de 10 servidores por grupo, sempre de unidades escolares diferentes, e a participação será voluntária.

“Para que possamos ter o cronograma fechado, com a definição da frequência em que os grupos terapêuticos deverão se reunir e os horários que serão oferecidos, será realizado até a próxima semana um levantamento prévio do interesse dos servidores em participar e também quais seriam os horários possíveis dessa participação”, acrescenta ela.

A secretária municipal da Educação, Clélia Mara dos Santos, que participa da implantação do PAS-SME, enfatiza a importância da ação e os benefícios para os servidores.

“Não é exagero dizer que a pandemia agudizou as tensões emocionais motivadas pelas incertezas, novas rotinas, desafios, perdas, dor e luto. O novo “normal” e as regras de distanciamento social, o permanente medo da contaminação, depressão, ansiedade, insônia são fatores que repercutem em cada ação da vida e, portanto, no trabalho. E isso afeta nossas emoções, segurança, estabilidade, a aptidão no e para o trabalho e é preciso falar sobre isso”, avalia ela. “Esperamos contribuir para o bem-estar dos profissionais que atuam na educação, por meio dos encontros pensados pela psicóloga Jaqueline, em parceria com o psicólogo Rafael, como momentos de acolhida, escuta ativa, fortalecimento pessoal e coletivo, desenvolvimento do senso de pertencimento e afeto compartilhado. Cuidar do bem-estar emocional no atual contexto pandêmico não é apenas importante; é necessário. Esperamos que essa ação da Secretaria da Educação contribua para isso”, conclui Clélia Mara dos Santos.

A expectativa é que PAS-SME possa ter início ainda neste primeiro semestre de 2021.

registrado em: ,