Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / Junho / 25 / Ação da Guarda resulta em punição a crime ambiental

Segurança

Ação da Guarda resulta em punição a crime ambiental

Setor de inteligência da GCM identificou autores de incêndio em mata ciliar responsabilizados pelo MP
coronel João Alberto Nogueira Junior_projeto Câmara Cidadã _aqrquivo.jpeg

 

 

 

 

Foram responsabilizados criminalmente pelo Ministério Público (MP) do Estado de São Paulo, por intermédio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo de Araraquara, os dois jovens identificados pela Guarda Civil Municipal (GCM) que atearam fogo em uma reserva ambiental localizada no bairro Altos do Jaraguá.

O caso aconteceu em setembro de 2020 e devastou uma extensa área de mata ciliar às margens do Córrego das Cruzes. O incêndio durou cerca de quatro dias e seus autores foram identificados pelo setor de inteligência da Guarda Municipal a partir das câmeras de segurança de um condomínio residencial próximo e com a ajuda das imagens obtidas por meio do programa Câmera Cidadã.

De acordo com o secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, as câmeras do condomínio serviram como ponto de partida para a Guarda, pois ainda não era possível identificar a placa, a marca e o modelo do veículo. “Foi através da observação e análise de câmeras cidadãs no trajeto percorrido pelo veículo que se tornou possível identificar suas características, que foram então passadas para a Polícia Civil, que chegou à autoria do delito”, explica.

O Ministério Público determinou aos jovens o pagamento de uma multa no valor de R$ 220 mil e o replantio de 987 mudas na área próxima ao Córrego Anhumas, a fim de reparar o dano ambiental provocado no ano passado.

“A identificação dos incendiários e, consequentemente, seus indiciamentos, que culminaram com a aplicação dessa pena pecuniária, só foi possível graças à ação da Guarda”, pontua o coronel João Alberto Nogueira Júnior.

O programa Câmera Cidadã, lançado em 2019 pela Prefeitura, consiste em uma rede colaborativa com a finalidade de ampliar o sistema de monitoramento e vigilância da cidade, somando câmeras residenciais, do comércio e entidades ao serviço de monitoramento por imagens do Município.

 

registrado em: ,