Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2022 / Janeiro / 24 / Obras de desassoreamento recuperam Represa das Cruzes

Notícias

Obras de desassoreamento recuperam Represa das Cruzes

Prefeito Edinho e equipe do Daae visitaram a captação de água das Cruzes nesta segunda-feira (24); investimento foi de quase R$ 1 milhão
foto05 Captação de água da Represa das Cruzes 24jan22 Celso Luís Gallo.jpg

O prefeito Edinho, o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Donizete Simioni, e engenheiros e arquitetos do Daae visitaram nesta segunda-feira (24) as obras de recuperação da captação de água da Represa das Cruzes, que passou por desassoreamento após investimento de quase R$ 1 milhão.

 

Em uma das etapas da obra houve a construção de uma bacia de retenção de sólidos (gabião), acima da barragem existente, com objetivo de reter e depositar resíduos carreados pelas águas do Ribeirão das Cruzes e do Córrego Marivan, antes que eles cheguem à área de captação.

 

A obra foi realizada pela empresa MB Dragagem e Serviços pelo valor de R$ 449 mil, sendo R$ 350 mil do Fundo Municipal de Desenvolvimento Ambiental e R$ 99 mil do Fundo Municipal de Saneamento Básico.

 

Outra etapa foi a obra de desassoreamento da represa, com o auxílio de escavadeiras hidráulicas do tipo “braço longo”, em uma profundidade média de 2 metros, o que acarretou a remoção de 21 mil metros cúbicos de sedimentos (correspondem a cerca de 2 mil caminhões basculantes). A obra foi realizada pela empresa MB Dragagem e Serviços pelo valor de R$ 455,8 mil.

 

Somadas, as duas etapas têm investimento de R$ 904,8 mil. Agora, na fase final, está sendo feita a pintura geral de estruturas, da entrada e da casa de bombas.

 

A represa do Ribeirão das Cruzes é a principal fonte de captação de água superficial do município, utilizada para este fim desde 1945. Atualmente, ela é responsável pela produção de 25% do volume de água captado e distribuído à população de Araraquara. Essa produção corresponde a 6 poços profundos com vazão de 200m³/h cada.

 

"Em 2017 [início do mandato anterior], estive aqui visitando este local e era possível andar por cima da represa, pois ela estava destruída, assoreada, tomada pelo lixo e pela terra. Gastamos, por meio do Daae, por volta de R$ 1 milhão na recuperação da represa", explicou Edinho em transmissão ao vivo nas redes sociais.

 

"É a recuperação de uma fonte importante de abastecimento de água na nossa cidade. Uma obra que tem importância ambiental grandiosa. Todos nós que nascemos ou crescemos em Araraquara temos uma memória afetiva da Represa das Cruzes. Aqui sempre foi um local de visitação. Vamos voltar a fazer daqui um local de visitação", complementou o prefeito.

 

Também estiveram na visita, além de Edinho e Donizete Simioni, o diretor de Planejamento do Daae, engenheiro José Braz Scognamiglio, a gerente de Manutenção e Serviços, arquiteta Nilva Pierri, e os engenheiros Marcos Luís de Souza e José Roberto Meciano Júnior.

 

 

registrado em: