Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2022 / Janeiro / 25 / Edinho assina ordem de serviço para implantação de Praça Inclusiva no Parque do Pinheirinho

Notícias

Edinho assina ordem de serviço para implantação de Praça Inclusiva no Parque do Pinheirinho

Investimento é de quase R$ 1,3 milhão e foi escolhido como prioritário na plenária temática da Pessoa com Deficiência do Orçamento Participativo
foto01 Edinho sanciona ordem de serviço para obra da Praça Inclusiva no Parque do Pinheirinho 25jan21 Celso Luís Gallo.jpg

 

O prefeito Edinho assinou nesta terça-feira (25) a ordem de serviço para início das obras de construção da Praça Inclusiva, dentro do Parque do Pinheirinho, e da adaptação das piscinas do parque para as pessoas que vivem com deficiência.

 

Esse investimento, de R$ 1.284.887,54, foi solicitado pela população no Orçamento Participativo, por meio da plenária temática da Pessoa com Deficiência.

 

O projeto prevê a construção de uma praça inclusiva ao lado da atual pista de skate, dotada de recursos e equipamentos que permitam seu uso integral por pessoas com diferentes condições físicas e etárias.

 

Dentro da área do projeto há um conjunto de sanitários existentes que será ampliado e totalmente remodelado para abrigar sanitários e vestiários adaptados para uso por pessoas com deficiência de todas as idades, de crianças a idosos, em conjunto com pessoas sem deficiência física.

 

Ao lado desse prédio, uma rampa suave e sinuosa conduzirá o usuário até a nova portaria das piscinas, que garantirão lazer e hidroterapia, com foco principal nos grupos de pessoas com deficiências físico-motoras. Estão previstos ainda uma nova rampa e o reescalonamento dos pisos e profundidade das duas piscinas, de modo a permitir diferentes atividades a públicos diversos.

 

Ao lado das piscinas está prevista a construção de um abrigo coberto para acompanhantes e usuários das piscinas. O local também contará com playground inclusivo, contando com balanço, gangorra e carrossel adaptados para atender crianças e adolescentes com ou sem deficiências físico-motoras.

 

As duas piscinas serão alvo de reformas e adaptações: a piscina menor deverá passar completa revisão e troca de ladrilhos e impermeabilização; a piscina maior terá todos os seus ladrilhos removidos e o seu contrapiso adaptado para as novas exigências de profundidade variável; esta piscina receberá a construção de uma nova rampa, com inclinação de 10%, de forma a possibilitar seu uso por pessoas com deficiências físico-motoras, além do público em geral; a escada de acesso à piscina maior será mantida, com troca dos ladrilhos e nova impermeabilização.

 

Também fazem parte da obra um novo sistema de iluminação para o local, bem como revisão e reparos gerais em todo o sistema elétrico, hidráulico, de motobombas e filtros das piscinas.

“As crianças com deficiência também têm o direito de ir ao Pinheirinho para brincar e ter momentos de lazer. Essa foi a mensagem enviada pela população com a aprovação dessa obra no OP. É um investimento que possui uma simbologia e uma importância muito grande. E o OP, para nós, é lei: os moradores de Araraquara escolhem o que é prioridade e a Prefeitura cumpre”, disse o prefeito Edinho.

 

A secretária de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná, ressaltou que as plenárias do Orçamento Participativo contribuem para a construção da cidadania e da participação popular. “A gente precisa combater o machismo, o racismo, mas a gente também precisa muito combater o capacitismo, essa tendência de excluir que a sociedade tem. E o prefeito Edinho é um gestor que inclui, acima de tudo”, afirmou Amanda.

 

A secretária de Desenvolvimento Urbano, Sálua Kairuz, deu detalhes sobre o planejamento e a construção da Praça Inclusiva. “Não é uma obra pequena. É uma obra muito detalhada. Os arquitetos da Prefeitura foram muito cuidadosos, ouviram quem conhece e precisa do espaço. Vai ser o novo ‘point’ do Pinheirinho. É um projeto moderno, muito lúdico”, destacou a secretária.

 

A assessora de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Débora Félix, reforçou que a iniciativa do projeto não começou agora. “Isso começou há muito tempo, com a Associação Mães Guerreiras e outras pessoas com deficiência e seus familiares, que votaram no OP. Criar um projeto inclusivo aqui no Pinheirinho é muito importante. Conseguimos fazer um projeto lindo e, daqui a um tempo, espero que todos possam vir e aproveitar esse espaço”, afirmou Débora.

 

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Thainara Faria (PT) também enalteceu o Orçamento Participativo e seu papel de educar e conscientizar a sociedade sobre o orçamento municipal e a execução das obras. “Às vezes, as coisas não saem no tempo que a gente gostaria, mas a população participa de cada etapa desse processo. Tenho certeza de que, além de esta obra ser referência para outras cidades, as crianças que irão usufruir deste espaço terão memórias importantes para o desenvolvimento delas”, disse a parlamentar.

 

Roseli de Fátima Santana, representando a Associação Mães Guerreiras, agradeceu à Prefeitura pela realização da obra e à população que compareceu ao OP para a votação. “É uma obra muito esperada pelas mães e pelos pais de filhos especiais. Nós idealizamos esse projeto e levamos para a plenária para a votação. Agora estamos nessa expectativa de, em breve, estar inaugurando essa grande praça”, declarou.

 

Também estiveram presentes na solenidade o presidente da Câmara Municipal, Aluisio Boi (MDB), a vereadora Fabi Virgílio (PT) e os vereadores Paulo Landim (PT), Emanoel Sponton (Progressistas) e Lucas Grecco (PSL); a secretária Jacqueline Barbosa (Assistência e Desenvolvimento Social); o coordenador de Participação Popular, Anderson Morfy, entre outros coordenadores; a presidente do Comdef (Conselho Municipal de Defesa da Pessoa com Deficiência), Adriana Biasiolo; e Antonio Carlos de Resende, representando a Lagotela, empresa responsável pela obra.

 

 

registrado em: