Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2022 / Julho / 27 / Meio Ambiente participa do Programa de Drenagem Sustentável e Revitalização de Rios Urbanos

Urbano

Meio Ambiente participa do Programa de Drenagem Sustentável e Revitalização de Rios Urbanos

O Programa de Drenagem Sustentável e Revitalização de Rios Urbanos da UGRHI 13 é promovido pelo Comitê de Bacias do Tietê Jacaré (CBH-TJ)
Foto - Meio Ambiente participa do Programa de Drenagem Sustentável e Revitalização de Rios Urbanos da UGRHI 13.jpg

 

 

 

Os técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade participaram nesta quarta-feira (27) de reunião online sobre os rios urbanos de Araraquara, na área Comitê de Bacias do Tietê Jacaré (CBH-TJ), na etapa de Diagnóstico do Programa de Drenagem Sustentável e Revitalização de Rios Urbanos da UGRHI 13.

 

O programa é uma demanda induzida do Comitê de Bacias do Tietê Jacaré (CBH-TJ) que visa contribuir para o planejamento e gestão de recursos hídricos e auxiliar o aprimoramento das solicitações de projetos de drenagem urbana e de revitalização e renaturalização de cursos d'água urbanos apresentadas pelos tomadores junto ao CBH TJ.

 

O gerente de Planejamento, Sustentabilidade e Educação Ambiental, Valter Luiz Iost Teodoro, explica que durante o encontro foram apresentados vários problemas de enchentes que ocorreram nos municípios de São Carlos, Bauru, Jaú e Araraquara no último período. “Durante a apresentação foi aberto um formulário para que os gestores municipais interessados se cadastrem como interlocutores. Na apresentação foram exibidos os pontos críticos de enchentes, alagamentos, erosão e assoreamento que ocorrem nos municípios”.

 

Valter destaca também que foram definidas as principais microbacias que merecem atenção especial para identificação de pontos críticos para a formulação de projetos de estudo de revitalização do córrego e das áreas de interesse das microbacias escolhidas. “O objetivo é que essas ações sirvam de modelo para replicação nas demais microbacias tanto municipais, como de outros municípios”.

 

Segundo ele, foram discutidos os problemas das microbacias da região norte e da bacia do Ribeirão do Ouro (Córrego da servidão). “Em especial das enchentes que ocorrem quando chuvas com grande volume ocorrem em um pequeno espaço de tempo”.

 

O gerente ressalta que serão realizados projetos nos 34 municípios da Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Tietê/Jacaré, sendo o município de Araraquara o primeiro a ser contemplado. “Esses projetos serão modelos para todos os municípios. Dos 34 projetos, dois serão escolhidos para serem executados. Os gestores terão, ao longo dos 18 meses do projeto, cursos de capacitação, encontros e novas discussões para definições de metodologias a serem aplicadas.”.

 

De acordo com ele, a próxima etapa será a apresentação de projetos e a visita de campo para definir a microbacia a ser contemplada em Araraquara.

 

Também participaram da reunião o gerente de Áreas de Proteção Ambiental, João Henrique Barbosa e o técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Leonardo de Araújo Neto.

 

registrado em: ,