Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2022 / Setembro / 28 / Centro Especializado em Reabilitação é referência para 1 milhão de habitantes

Comunicação

Centro Especializado em Reabilitação é referência para 1 milhão de habitantes

Serviço realizado pela unidade da Secretaria de Saúde foi apresentado nesta quarta-feira (28) no ‘Canal Direto com a Prefeitura’
canal direto.jpg




O trabalho realizado pelo Centro Especializado em Reabilitação “Dr. Eduardo Lauand”, referência regional, foi o tema do “Canal Direto com a Prefeitura” desta quarta-feira (28).

Neste mês de setembro, duas datas são celebradas e conscientizam sobre os direitos da pessoa com deficiência: o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (dia 21) e o Dia Nacional dos Surdos (dia 26).

O Centro Especializado em Reabilitação trabalha no atendimento de pacientes com deficiência física, intelectual ou auditiva. O gerente de Reabilitação da Secretaria Municipal de Saúde, Luiz Armando Garlippe, participou do “Canal Direto” e destacou o pioneirismo da unidade, inaugurada em 2016.

“É o único centro SUS que realiza esse trabalho em uma região de 1 milhão de habitantes. Somos pioneiros nessa área aqui em Araraquara há muitos anos. A gente procura sempre o melhor para a pessoa atendida. O prefeito Edinho tem dado todo o apoio para a gente continuar com esse trabalho que é maravilhoso”, afirmou Garlippe.

Como determina o SUS, o atendimento deve ser acessado por meio da unidade de saúde do bairro do paciente, que faz o encaminhamento para o Centro Especializado em Reabilitação. “O paciente é da atenção primária e depois é encaminhado para a atenção secundária. Não há acesso direto, porque ele tem que estar acompanhado junto ao médico da Unidade de Saúde da Família ou da Unidade Básica de Saúde do bairro onde ele reside”, explicou.

Atendimento
Na área de reabilitação física, o centro especializado atua com diagnóstico médico, acompanhamento com ortopedista, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia e fonoaudiologia.

Em relação à reabilitação auditiva, o centro faz o atendimento a pessoas que possuem alguma deficiência ao ouvir. “Na maior parte dos casos são pessoas idosas, com a perda relacionada à idade. Mas também temos a população surda, que tem possibilidade de se reabilitar um pouco com o aparelho auditivo”, disse o gerente. Duas intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais), para auxiliar nas terapias da fonoaudiologia, trabalham na unidade.

A outra área atendida, a deficiência intelectual, engloba o autismo e outras condições sindrômicas (pessoa portadora de uma síndrome). O tratamento inclui fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, pediatria e neurologia.

O Centro Especializado em Reabilitação também oferece aos pacientes aparelhos auditivos, cadeiras de rodas, cadeiras adaptadas, próteses e órteses em geral.

Superação do preconceito
Sobre as datas de conscientização, Garlippe afirmou que o principal desafio para a população é não praticar o capacitismo, ou seja, agir de forma discriminatória com a pessoa com deficiência.

“Em um passado recente, nós tivemos muito mais preconceito em relação à pessoa com deficiência. Hoje ainda temos, mas está menor essa questão dentro da população. A pessoa com deficiência é mais respeitada, mas ainda há muito para a gente alcançar ainda em relação ao respeito desses direitos”, observou.

O Centro Especializado em Reabilitação “Dr. Eduardo Lauand” fica na Rua Nove de Julho (Rua 2), nº 3700, no Jardim Dom Pedro I, nas proximidades do Centralizado Municipal. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O “Canal Direto com a Prefeitura” vai ao ar de segunda a quinta-feira, às 12h30, ao vivo, na página da Prefeitura no Facebook. A íntegra desta edição e das anteriores continuam disponíveis para a visualização.
registrado em: , ,